Qual é o significado de “obstáculo” pra você?

Olá, tudo bem? Aqui é o Ronaldo Gueraldi e neste artigo vou revelar um objetivo fundamental e transformador de qualquer processo de coaching: a ressignificação. As coisas têm o valor que a gente dá a elas e atribuir um novo significado às memórias, às crenças e às dificuldades nos impulsiona a conquistas nuca antes imaginadas.

ressignificaçãoSe em vez de você encontrar um obstáculo, ele for um desafio pra você? Como você se sentiria se a sua fraqueza se transformasse exatamente no seu ponto forte? Quando você achar que tudo está contra você, prepare-se para decolar porque o avião só levanta voo com vento contra, nunca a favor.

Numa seletiva que disputei, em 1994 em São Paulo, para o sul-americano juvenil de judô, tinha uma frase em destaque no ato de uma parede do ginásio: “Mais vale a lágrima da derrota do que a vergonha de não ter lutado”. Está aí uma máxima no esporte de que “medalha por w.o. não conta”. A medalha é apenas um símbolo da conquista que, por sua vez, tem a comemoração diretamente proporcional à dedicação. Esforço até.

Agora pense no que a palavra esforço significa pra você. Provavelmente vem à mente sacrifício, dor, suor, sofrimento… Pergunte a um adolescente vidrado em videogame e que acabou de passar de fase em algum jogo se houve esforço. A resposta será “sim, claro”. Pergunte se houve dor. Resposta: “claro que não”, ou apenas um olhar estranho como se retrucasse “que pergunta é essa?”

ressignificaçãoContextos diferentes para palavras iguais. É assim que nossa mente associa significados a rótulos. Sim, palavras são apenas rótulos para uma combinação de estímulos sensoriais (o que você vê, ouve e, consequentemente, sente). Quando as pessoas desejam um caminho fácil para algo que você quer, tipo “boa sorte, que a prova esteja fácil” ou “tomara que o Brasil pegue adversários fáceis na chave da Copa”, na verdade estão desejando uma vitória sem graça, como ir a uma churrascaria quando se está de dieta. A estratégia aqui é ressignificação.

No conceito de flow, Mihaly Csikszentmihalyi afirma que este estado de maestria no qual perdemos até a noção do tempo (o ditado “tudo que é bom passa rápido” soa familiar?) é algo que pode ser construído, não apenas alcançado. Este estado de flow é um equilíbrio entre desafios e habilidades.

Quando o desafio é muito maior do que nossa habilidade, nem nos engajamos na atividade por excesso de ansiedade. Quando a tarefa que nos é submetida está aquém das nossas habilidades, ficamos desestimulados e com tédio. Portanto, a estratégia ideal aqui é um escalonamento, estabelecer metas e desafios um pouco acima do nível de habilidade, como se o desafio estivesse num alcance um pouco maior do que o tamanho do braço. Isso estimula “crescermos” em qualidade, capacidades e recursos.

ressignificaçãoQuando o tamanho do braço estiver no alcance do desafio, eleve o grau de dificuldade para estimular novo “esforço” e ganhos incrementais de habilidades. Ressignificando o conceito de conquista como uma “recompensa” pelo esforço e trabalho feito diante do desafio estabelecido, perceba que satisfação é quando você atinge sua meta; prazer é quando você supera sua expectativa.

Deseje os desafios que o tornam mais habilidosos. Nietzsche tem uma frase, pra mim, inspiradora: “Aquilo que não me mata me fortalece”.

ressignificaçãoQuando Ronald Reagan disputou a presidência dos EUA em 1984, muito se falava da idade avançada dele. Reagan então disse num discurso que não iria incluir o tema idade nos debates para não explorar a inexperiência do seu adversário. Ressignificar é perceber qual outro valor está associado àquela eventual “fraqueza”.

Então, o que você pode ressignificar na sua vida hoje?

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *